Fernando de Noronha

Acontece em Noronha

12/03/2018 - Noronha comemora o Dia da Mulher com programação diversificada

Pela primeira vez, as mulheres da Ilha de Fernando de Noronha tiveram a oportunidade de comemorar o Dia Internacional da Mulher em grande estilo. A iniciativa, que teve o objetivo de homenagear a mulher através da arte, da cultura e do conhecimento partiu da Superintendência de Saúde, por meio do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (Nasf). Denominado “Saúde da mulher: a beleza de se cuidar”, o evento reuniu palestras, shows de artistas locais, distribuição de brindes e consultoria de beleza.

A programação, realizada no auditório da Escola Arquipélago, iniciou às 16h com o show do saxofonista Joelson dos Santos. O saxofonista encantou a plateia tocando os maiores clássicos da música romântica de todas as épocas. Em seguida, a historiadora Grazielli Rodrigues proferiu a palestra “As mulheres de Fernando”, na qual fez uma retrospectiva da presença feminina em Fernando De Noronha.

Na sua fala, a historiadora discorreu sobre as primeiras mulheres que habitaram a ilha, entre elas as escravas e as sentenciadas, do empoderamento das mulheres e da violência. Segundo Grazielli, a violência física, sexual e doméstica sofrida pelas mulheres, remonta aos tempos da colonização e, principalmente, durante o período em que a ilha servia de presidio. “As mulheres que queriam sobreviver tinham que se prostituir, até mesmo as esposas de oficiai tinham medo de andar nas ruas”, explicou.

Na sequencia o médico Guilherme Rossini fez uma explanação sobre “A valorização da mulher na sociedade”. Rossini falou sobre o papel e a valorização a mulher na sociedade, da necessidade dos cuidados preventivos com a saúde e do empreendedorismo. Ele, como médico do Programa Saúde da Família (PSF), disse saber dos problemas diários enfrentados pelas mulheres. Finalizou se colocando à disposição de todas, bem como a equipe do PSF, para tirar dúvidas ou acolhimentos que se fizerem necessários.

A programação encerrou com um sorteio de brindes e um lanche especial para as homenageadas. No final, o cantor Nego Noronha transformou a auditório da escola numa pista de dança e a mulherada dançou todos os ritmos, do samba ao tecnobrega.

Eclética- A programação diversificada, segundo a assistente social Matilde Martins, foi planejada por toda equipe do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (Nasf). Segundo ela, a elaboração levou em conta a necessidade de valorização da mulher da comunidade noronhense. “A assistência tem um olhar diferente e, por isso, resolveu fazer uma programação diferente onde fosse possível incluir o lazer com informação sobre saúde e conhecimentos da história das mulheres da ilha”, disse.

Por ter sido o primeiro evento envolvendo a comunidade, os organizadores não esperavam um público grande. “A participação popular superou a nossa expectativa. Tivemos uma tarde descontraída e emocionante. Já estamos pensando na festa do próximo ano”, garantiu Matilde.

Não à toa, a programação especial contemplou momentos especiais para as participantes de todas as idades. “Gostei muito. Nós precisávamos disso para comemorar nosso dia. As palestras foram boas, bem educativas e informativas. Espero que no próximo ano tenha de novo”, avaliou a dona de casa Carolina José da Silva, 29, do bairro Floresta Nova. A mesma opinião foi da aposentada Maria Julieta da Silva, 89, do Boldró. Ela conta que recebeu um cartaz e ficou curiosa. “Nunca vi isso aqui, quando cheguei em casa e vi o papel resolvi vir para ver como era. Estou gostando muito”, afirmou.

A coordenado do Nasf em Fernando de Noronha, Ilma Melo, disse estar satisfeita com o resultado do evento, uma vez que a equipe do Nasf procurou fazer uma comemoração para elevar a autoestima e o reconhecimento das mulheres na sociedade. A previsão para o próximo ano, segundo a psicóloga, é de que evento semelhante seja realizado o dia todo.

Texto: Josie Marja
Fotos: Eloíde Araújo

Outras Notícias

  • Fernando de Noronha 2013© - Todos os Direitos Reservados